Precisa de ajuda?
Digite o código de rastreio e acompanhe o seu pedido:
Atualizando carrinho ...
Seu carrinho está vazio... Ao adicionar produtos ao carrinho eles aparecerão aqui :)
Carrinho de compras
Atualizando informações ...

Rosa Mosqueta - Óleo Vegetal - 15 ml (Laszlo)

Ref: 1478
Marca: LASZLO

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Descrição Geral

O óleo vegetal é extraído por pressão a frio das sementes contidas no fruto. Contém altos níveis de ácidos graxos poli-insaturados, ácido oleico e linolênico. Essa riqueza em ácidos graxos essenciais torna esse óleo um dos mais potentes regeneradores naturais da pele que existem na natureza.

Além disso, o óleo de rosa-mosqueta é capaz de reforçar a síntese de colágeno e elastina, o que fortalece e dá firmeza à pele, sendo também responsável por nutri-la profundamente. Assim, o óleo de rosa-mosqueta é uma ótima opção para hidratar e suavizar a pele.

PROPRIEDADES:

É um óleo altamente hidratante e antioxidante. Auxilia na prevenção do envelhecimento precoce, atenuando rugas e linhas de expressão. Pode ser usado para amenizar olheiras na região dos olhos.

É excelente para peles secas e com escamação. Muito usado em cicatrizes, rachaduras, queloides e estrias. Pode ser usado nos pés, nas mãos ou em regiões que necessitam de hidratação. Também ameniza reações alérgicas na pele, trata escaras, assaduras e ajuda nos casos de psoríase.

FORMAS DE USO:

Aplique algumas gotas sobre a pele, massageando com movimentos circulares durante 2 a 3 minutos, até a completa absorção do óleo pela pele. O óleo pode ser aplicado 1 a 2 vezes por dia, principalmente nas regiões mais secas ou com cicatrizes, estrias, rugas ou linhas de expressão, por exemplo. No caso de ser utilizado para prevenir estrias, pode ser recomendado pelo dermatologista a sua aplicação pelo menos 2 vezes por dia.

É possível também aproveitar o óleo de rosa-mosqueta para fazer um creme, que pode ser aplicado no rosto ou nas estrias, por exemplo.

A rosa-mosqueta é uma planta silvestre que tem origem oriental e cresce em clima chuvoso e frio, muito utilizada em cosméticos e na medicina natural devido aos efeitos positivos na cútis. Essa planta é conhecida por muitos séculos na Europa, mas é nos Andes, América do Sul (predominantemente no lado chileno), onde se encontra a principal plantação da rosa-mosqueta.Óleo Gorduroso Extra-Virgem: Rosa Mosqueta 

  • Nome botânico: Rosa rubiginosa 
  • Extração: A partir das sementes, prensagem à frio
  • Óleo estabilizado com antioxidante natural à base de alecrim
Peso 1.00 g
Ficha Técnica

Detalhes técnicos do produto:

Código 1478
Código de barras 7898508473142
Marca LASZLO
Avaliações
SOBRE OS ABSOLUTOS

O QUE É UM ÓLEO ABSOLUTO

Os óleos absolutos possibilitam extrair da planta moléculas maiores ou não voláteis, que não podem ser extraídos por destilação a vapor, método de extração tradicional dos óleos essenciais. Por possuírem moléculas mais densas, os absolutos costumam apresentar consistência mais espessa, podendo formar uma massa sólida ou viscosa, variando de acordo com o tipo de planta. Os absolutos são geralmente mais concentrados do que os óleos essenciais e altamente aromáticos

Não utilize óleos absolutos puros sobre a pele. Para aromatização use 1 a 3 gotas em colar difusor pessoal ou 6 a 15 gotas em difusor de ambiente.

USO LOCAL: não exceder 0.25%. de concentração.

Wikipedia - Usados em perfumaria e aromaterapia, os absolutos são similares aos óleos essenciais. Como estes, os absolutos são concentrados altamente aromáticos, compostos por substâncias oleosas extraídas de plantas, mas enquanto os óleos essenciais são produzidos por destilação, fervura ou prensagem, os absolutos são produzidos por extração por solventes ou, mais tradicionalmente, pelo processo de captura de aromas conhecido por enfleurage.

Na produção dos absolutos, o material vegetal é inicialmente sujeito a um processo de extração utilizando como solvente um hidrocarboneto, em geral hexano, para produzir uma solução conhecida por um concreto. O concreto é por sua vez extraído com etanol. O extrato de etanol é arrefecido (por exemplo, a -15 °C) para solidificar as ceras presentes na solução e filtrado a frio para produzir um extrato líquido. Quando o etanol evapora, a substância oleosa residual é o absoluto.[1]

Tradicionalmente, o absoluto era obtido por enfleurage, processo durante o qual a pomada resultante do processo de absorção de aromas era extraído com etanol para produzir o absoluto.

O uso dos absolutos resulta da constatação que algumas matérias-primas são muito delicadas ou muito inertes para destilar a vapor e só podem produzir o seu aroma por extracção com solvente. Exemplos destas matérias são o jasmim e a cera de abelha. Entre os absolutos mais utilizados estão os derivados da rosa, jasmim, tuberosa, junquilho, ylang-ylang, mimosa, boronia, lavanda, lavandina, gerânio, sálvia, violeta, musgo de carvalho e cumaru (ou tonka).

O óleo de rosas, o absoluto de jasmim, o absoluto de tuberosa, o óleo de Orris, o óleo de sementes de ambreta (ou abelmosco), o óleo de raiz de angélica e o óleo de flor de laranjeira são ingredientes valiosos e caros utilizados na confecção de fragrâncias e sabores.

Produtos visualizados

Carregando ...